Tenda Paulo Freire debate educação popular em saúde no Fórum Social Mundial

Conferencia Saúde 15 Informações Saudáveis para uma Vida Susntentável

Tenda Paulo Freire debate educação popular em saúde no Fórum Social Mundial

Evento acontece no Parque Farroupilha, em Porto Alegre

A Tenda Paulo Freire é uma das atrações do Fórum Social Mundial Temático 2016, que acontece em Porto Alegre, nesta semana, de 19 a 23 de janeiro. Na tarde desta quarta-feira (20), a diretora do Departamento de Apoio à Gestão Participativa (Dagep), unidade da Secretaria de Gestão Estratégica (SGEP), Kátia Souto, debateu e representou a secretária SGEP, Lenir Santos. ‘A luta pelos direitos sociais na conjuntura internacional e nacional’, foi o tema de debate, que fez uma ponte com os desafios pós a 15ª Conferência Nacional de Saúde.

Para falar sobre o assunto, Ronald Ferreira dos Santos, presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS) e Simone Maria Leite, presidente do Comitê Nacional de Educação Popular em Saúde (ANEPS), foram os convidados que participaram do debate ampliado, mais conhecido com o termo ‘Roda de Conversa’.

Ronald destacou a importância das construções coletivas, fazendo menção a 15ª CNS. “Realizamos no ano passado um processo que mobilizou mais de um milhão de pessoas, realizamos Conferências em mais de 4.800 municípios, construímos um conjunto de proposições que resultou numa das maiores das Conferências Nacionais de Saúde, que teve a participação, por exemplo, da população em situação de rua, entre outros tantos movimentos. Temos um patrimônio, uma ferramenta em nossas mãos agora. Temos que valorizar nossas construções coletivas para não se perder”, ponderou Ronald.

Já Simone fez a reflexão sobre a 15ª no sentido de que o evento norteou seus trabalhos para amplos projetos. “A ANEPS vai trabalhar mais com o controle social a partir de agora. Essa é a proposta para 2016: discutir saúde com os movimentos populares e com os diversos grupos sociais. A 15ª Conferência Nacional de Saúde apontou vários caminhos que dá pra gente trilhar daqui pra frente”, afirmou.

Contribuindo com a fala dos convidados, Kátia destacou a importância da luta pelos direitos sociais. “Temos grandes desafios para reflexão e para àqueles que caminham em busca de uma sociedade que enfrente os preconceitos e a discriminação e apresentem projeto políticos aonde a igualdade social e a justiça sejam, de fato, o caminho de construção para a igualdade”, alertou.

Durante os cinco dias de evento estão e estarão circulando pela Tenda representantes de movimentos sociais, gestores, técnicos e profissionais de saúde. Dentre os temas destacam-se Rodas de Conversas: ‘Informação, o melhor remédio’; ‘Saúde e Democracia’, – a Roda Cultural em homenagem ao Dia da Visibilidade Trans, – comemorado em 29 de janeiro. Nesta quinta-feira (21), à tarde, será exibido o vídeo documentário produzido pelo DAGEP e Departamento de DST/Aids/Hepatites Virais sobre a visibilidade trans, e lançamento do livro ‘Transexualidade e Travestilidade na Saúde’.

Por Tania Mello da Sgep/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *